O sobrepeso pode ser um fator de risco para o desenvolvimento de diferentes patologias, por isso, é fundamental que todos conheçam os perigos da obesidade para a saúde e consigam, assim, preveni-los.

Segundo a última Pesquisa Nacional de Saúde realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 61% dos brasileiros estão acima do peso recomendado e 25% já atingiram a obesidade.

Esse problema atinge, principalmente, as pessoas com mais de 40 anos, o que pode ter sérias consequências, impossibilitando um envelhecimento saudável.

Para discutir mais esse assunto e mostrar a importância de permanecer na faixa de peso recomendada, vou listar quais são os principais perigos da obesidade e como vencer essa doença. Continue lendo e confira.

Quais são os perigos da obesidade?

Essa é uma doença que, segundo o IBGE, afeta mais de 41 milhões de pessoas e que exige tratamento para prevenir outras patologias, trazendo mais qualidade de vida para os seus portadores.

Entre seus principais problemas estão:

Pressão alta

A hipertensão é um dos principais perigos da obesidade. 

Segundo o Hospital Sírio Libanês, 61% das mulheres e 70% dos homens com pressão alta são obesos.

A hipertensão, caso não seja tratada, pode levar a outros problemas de saúde, como:

  • infartos,
  • acidentes vasculares cerebrais (AVCs),
  • insuficiência renal,
  • insuficiência cardíaca.

Em um atendimento de um paciente jovem, na faixa dos 30 anos, ele me comentou ser hipertenso há 2 anos e descrevia o problema como herança da família. 

Não relacionava o aumento da pressão com o IMC em que se encontrava e nem com o seu estilo de vida.

Com a perda de 10% do seu peso inicial, melhorou a pressão a ponto de conseguir suspender os medicamentos anti-hipertensivos.

Diabetes

A obesidade é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de diabetes tipo 2. 

Especialistas acreditam que cerca de 80% a 90% dos pacientes com essa doença são obesos.

Eu já comentei essa associação que é chamada de diabesidade no meu blog e também nas redes sociais.

Se você quiser saber mais, não deixe de conferir o meu artigo sobre a diabesidade.

Alguns tipos de câncer

O câncer também é um dos perigos da obesidade. 

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), 15 mil casos por ano dessa doença estão relacionados com o sobrepeso.

Uma das associações mais fortes é com o câncer de mama.

Quando falo sobre isso, sempre penso em uma paciente querida que usou o diagnóstico de câncer de mama como grande motivador para uma vida mais saudável.

Ela conseguiu perder peso após a fase inicial de tratamento, o que se relaciona positivamente com menores taxas de recidiva da doença para quem já teve o diagnóstico de câncer.

Problemas nas articulações

Os problemas articulares fazem parte dos perigos da obesidade e vão além da dificuldade para levantar pesos ou agachar.

Eles podem levar a doenças como a artrose que afeta, principalmente, o quadril, os joelhos e a coluna.

Eu tive um paciente que passou por isso: com dificuldades para subir uma escada, ele passou a ter uma vida muito mais funcional e sem dor após perder em torno de 15 kg, motivado pela perspectiva de ter que colocar uma prótese de quadril após um problema diagnosticado desde a infância. Apesar de o problema não ter sido causado pelo excesso de peso, a perda de peso trouxe grande melhora clínica e o procedimento cirúrgico pôde ser adiado ou evitado.

Como diminuir os perigos da obesidade?

A obesidade é uma doença e o seu tratamento vai muito além do famoso tabu de que é só “fechar a boca”. 

Pelo contrário, é preciso de acompanhamento médico especializado.

Por meio do exame físico, de uma conversa profunda e do levantamento do histórico de saúde e familiar, o endocrinologista definirá o tratamento de acordo com as necessidades e limitações de cada paciente.

É importante ressaltar que o profissional deve tratar isso com todo o respeito que você merece, focando na individualização do seu atendimento para traçar o tratamento ideal.
Conte comigo para isso. Sou endocrinologista em Natal e posso auxiliar você a prevenir os perigos da obesidade e ser mais saudável. Marque uma consulta e dê o primeiro passo para ter mais qualidade de vida.