A puberdade tardia causa preocupação para os pais e afeta o bem-estar psicossocial do adolescente.

Você reparou que iniciei a minha fala usando expressões como puberdade e adolescente?

Agora eu preciso explicar que essas duas questões diferem, embora muita gente pense que se trata da mesma situação.

A adolescência é a fase em que a criança, menina ou menino, começa a sair da infância e entrar na vida adulta. Ela está relacionada com a transição da idade e tem um peso muito grande no comportamento social do indivíduo.

A puberdade é caracterizada por mudanças físicas e hormonais, responsáveis pelo aparecimento dos caracteres sexuais secundários, sendo:

  • na menina: pelos pubianos, crescimento do seio, menstruação e aumento da estatura,
  • no menino: crescimento do pênis e testículos, surgimento de pelos, desenvolvimento dos músculos e mudanças na voz.

No entanto, algumas mudanças físicas tardam a surgir, caracterizando o chamado distúrbio da puberdade tardia.

Preparei um artigo especial para explicar quando e porque isso ocorre. Vamos conferir?

O que são distúrbios da puberdade?

É caracterizado como distúrbios da puberdade o fato dos indivíduos apresentarem precoce ou tardiamente os caracteres sexuais secundários, que mencionei acima. 

Importante dizer que essas mudanças físicas só ocorrem a partir do despertar das glândulas endócrinas cerebrais, o hipotálamo e a hipófise.

Nas meninas, a puberdade costuma ocorrer entre os 8 e os 13 anos, e o primeiro sinal dela é o broto mamário.

Já nos meninos, ela ocorre entre os 9 e 14, manifestada pelo aumento do tamanho dos testículos.

Alguns dos exemplos mais comuns de puberdade tardia são:

  • ausência do crescimento dos testículos até os 14 anos,
  • mais de cinco anos entre o começo e o fim do crescimento dos órgãos genitais nos meninos,
  • ausência de menstruação por mais de 5 anos após o início do crescimento das mamas,
  • ausência de menstruação até os 16 anos.

Quando acontecem antes ou depois desses períodos, considera-se um distúrbio.

Por quais fatores a puberdade tardia acontece?

É importante frisar que apesar de também acontecer com as meninas, elas geralmente sofrem mais da puberdade precoce

A tardia é mais comum entre os meninos.

Esse distúrbio pode ocorrer por:

  • doenças crônicas ou autoimunes,
  • problemas hormonais
  • tumores,
  • infecções,
  • doenças inflamatórias intestinais,
  • realização de radioterapia ou quimioterapia, 
  • herança genética.

Os meninos sofrem mais de uma condição chamada de atraso constitucional da puberdade, que ocorre com frequência em adolescentes com história familiar do problema, ou seja, filhos de pais e mães que também começaram a puberdade mais tarde. Em geral, nessas crianças, o amadurecimento se inicia um pouco depois da idade padrão e a velocidade de crescimento é normal, mas há atraso na idade óssea e no estirão puberal. É como se tudo acontecesse mais tarde, mas seguindo todo o processo natural e finalizando sem qualquer prejuízo para o adolescente.

Como identificar os distúrbios da puberdade?

Ao perceber o atraso do aparecimento dos caracteres sexuais secundários, o primeiro passo é procurar um médico endocrinologista

O profissional irá avaliar clinicamente o adolescente, como está o crescimento, a maturação óssea e solicitar um exame para medir os hormônios gonadais, o luteinizante e o folículo estimulante.

A partir do diagnóstico, avalia-se o melhor tratamento. Em alguns casos, apenas paciência e espera. Em outros, o tratamento indicado envolve uma reposição hormonal.
Agora que você sabe porque ocorre a puberdade tardia, ao observar qualquer anormalidade com o seu filho ou filha, entre em contato para agendar uma consulta, eu terei o maior prazer em ajudar.